news.med.br

Mais acessados

Diabetes gestacional aumenta calcificação da artéria coronária em longo prazo, independentemente do controle glicêmico pós-parto

Diabetes gestacional aumenta calcificação da artéria coronária em longo prazo, independentemente do controle glicêmico pós-parto

Em estudo publicado no jornal Circulation, a história de diabetes gestacional1 e a piora da tolerância à glicose2 após a gravidez3 foram associadas à calcificação4 da artéria5 coronária em mulheres durante a meia-idade. Mulheres com histórico de diabetes gestacional1 tiveram um risco 2 vezes maior de calcificação4 da artéria5 coronária em todos os níveis subsequentes de tolerância à glicose2.
1 Diabetes gestacional: Tipo de diabetes melito que se desenvolve durante a gravidez e habitualmente desaparece após o parto, mas aumenta o risco da mãe desenvolver diabetes no futuro. O diabetes gestacional é controlado com planejamento das refeições, atividade física e, em alguns casos, com o uso de insulina.
2 Glicose: Uma das formas mais simples de açúcar.
3 Gravidez: Condição de ter um embrião ou feto em desenvolvimento no trato reprodutivo feminino após a união de ovo e espermatozóide.
4 Calcificação: 1. Ato, processo ou efeito de calcificar(-se). 2. Aplicação de materiais calcíferos básicos para diminuir o grau de acidez dos solos e favorecer seu aproveitamento na agricultura. 3. Depósito de cálcio nos tecidos, que pode ser normal ou patológico. 4. Acúmulo ou depósito de carbonato de cálcio ou de carbonato de magnésio em uma camada de profundidade próxima a do limite de percolação da água no solo, que resulta em certa mobilidade deste e alteração de suas propriedades químicas.
5 Artéria: Vaso sangüíneo de grande calibre que leva sangue oxigenado do coração a todas as partes do corpo.
- 26/02/2021
Variantes genéticas do hospedeiro, como ausência de receptores de células NK antivirais, podem contribuir para a gravidade da COVID-19

Variantes genéticas do hospedeiro, como ausência de receptores de células NK antivirais, podem contribuir para a gravidade da COVID-19

Pesquisa publicada na revista científica Genetics in Medicine mostra que pessoas hospitalizadas com COVID-19, em geral, eram mais propensas a ter uma variação genética que causa a deleção do gene KLRC2, que codifica os receptores NKG2C, que, por sua vez, ajudam no combate de infecções1 virais. Essa variação genética é encontrada em cerca de 4% da população, em que a expressão desses receptores está ausente, e outros 30% que apresentam nível de expressão significativamente menor dos receptores.
1 Infecções: Doença produzida pela invasão de um germe (bactéria, vírus, fungo, etc.) em um organismo superior. Como conseqüência da mesma podem ser produzidas alterações na estrutura ou funcionamento dos tecidos comprometidos, ocasionando febre, queda do estado geral, e inúmeros sintomas que dependem do tipo de germe e da reação imunológica perante o mesmo.
- 25/02/2021
Estudo sugere que o consumo de café diminui o risco de insuficiência cardíaca

Estudo sugere que o consumo de café diminui o risco de insuficiência cardíaca

Embora estudos anteriores tenham relacionado o consumo de café e cafeína a arritmias1 incidentes2, um novo estudo, publicado no jornal Circulation: Heart Failure, baseado em dados agrupados de três grandes estudos epidemiológicos, indica que a maior ingestão de café foi associada a um menor risco de insuficiência cardíaca3.
1 Arritmias: Arritmia cardíaca é o nome dado a diversas perturbações que alteram a frequência ou o ritmo dos batimentos cardíacos.
2 Incidentes: 1. Que incide, que sobrevém ou que tem caráter secundário; incidental. 2. Acontecimento imprevisível que modifica o desenrolar normal de uma ação. 3. Dificuldade passageira que não modifica o desenrolar de uma operação, de uma linha de conduta.
3 Insuficiência Cardíaca: É uma condição na qual a quantidade de sangue bombeada pelo coração a cada minuto (débito cardíaco) é insuficiente para suprir as demandas normais de oxigênio e de nutrientes do organismo. Refere-se à diminuição da capacidade do coração suportar a carga de trabalho.
- 26/02/2021
Gel de dextrose oral para prevenção da hipoglicemia neonatal não reduziu a admissão na UTI neonatal em bebês em risco, mas reduziu a hipoglicemia

Gel de dextrose oral para prevenção da hipoglicemia neonatal não reduziu a admissão na UTI neonatal em bebês em risco, mas reduziu a hipoglicemia

A hipoglicemia1 neonatal é comum e pode causar lesão2 cerebral. O gel de dextrose3 bucal é eficaz para o tratamento da hipoglicemia1 neonatal e, quando usado para prevenção, pode reduzir a incidência4 de hipoglicemia1 em bebês5 em risco, mas sua utilidade clínica permanece incerta. Neste estudo publicado na revista PLOS Medicine, bebês5 randomizados para gel de dextrose3 profilático eram menos propensos a se tornarem hipoglicêmicos, apesar do gel não reduzir a admissão na UTI neonatal.
1 Hipoglicemia: Condição que ocorre quando há uma queda excessiva nos níveis de glicose, freqüentemente abaixo de 70 mg/dL, com aparecimento rápido de sintomas. Os sinais de hipoglicemia são: fome, fadiga, tremores, tontura, taquicardia, sudorese, palidez, pele fria e úmida, visão turva e confusão mental. Se não for tratada, pode levar ao coma. É tratada com o consumo de alimentos ricos em carboidratos como pastilhas ou sucos com glicose. Pode também ser tratada com uma injeção de glucagon caso a pessoa esteja inconsciente ou incapaz de engolir. Também chamada de reação à insulina.
2 Lesão: 1. Ato ou efeito de lesar (-se). 2. Em medicina, ferimento ou traumatismo. 3. Em patologia, qualquer alteração patológica ou traumática de um tecido, especialmente quando acarreta perda de função de uma parte do corpo. Ou também, um dos pontos de manifestação de uma doença sistêmica. 4. Em termos jurídicos, prejuízo sofrido por uma das partes contratantes que dá mais do que recebe, em virtude de erros de apreciação ou devido a elementos circunstanciais. Ou também, em direito penal, ofensa, dano à integridade física de alguém.
3 Dextrose: Também chamada de glicose. Açúcar encontrado no sangue que serve como principal fonte de energia do organismo.
4 Incidência: Medida da freqüência em que uma doença ocorre. Número de casos novos de uma doença em um certo grupo de pessoas por um certo período de tempo.
5 Bebês: Lactentes. Inclui o período neonatal e se estende até 1 ano de idade (12 meses).
- 01/03/2021
Exercícios, e não a terapia com testosterona, podem melhorar a função vascular em homens idosos

Exercícios, e não a terapia com testosterona, podem melhorar a função vascular em homens idosos

Enquanto alguns teorizam que a terapia com testosterona pode neutralizar os efeitos do envelhecimento nas artérias1, os resultados de uma nova pesquisa, publicada no periódico Hypertension, da American Heart Association, indicam que melhorias na saúde2 e função das artérias1 estão relacionadas ao aumento da atividade física, e não à terapia com testosterona.
1 Artérias: Os vasos que transportam sangue para fora do coração.
2 Saúde: 1. Estado de equilíbrio dinâmico entre o organismo e o seu ambiente, o qual mantém as características estruturais e funcionais do organismo dentro dos limites normais para sua forma de vida e para a sua fase do ciclo vital. 2. Estado de boa disposição física e psíquica; bem-estar. 3. Brinde, saudação que se faz bebendo à saúde de alguém. 4. Força física; robustez, vigor, energia.
- 25/02/2021
Pesquisa aponta mudanças de tendências nas causas predominantes de morte em indivíduos com e sem diabetes de 2001 a 2018

Pesquisa aponta mudanças de tendências nas causas predominantes de morte em indivíduos com e sem diabetes de 2001 a 2018

Em análise epidemiológica publicada pelo The Lancet Diabetes1 & Endocrinology, identificou-se que, entre 2001 e 2018, a mortalidade2 total diminuiu 32% nos homens e 31% nas mulheres com diabetes1 diagnosticado. Porém, encontrou-se declínios semelhantes em indivíduos sem diabetes1. Observou-se ainda que o declínio nas taxas de mortalidade2 vascular3 foi acompanhado por uma diversificação das causas em indivíduos com diabetes1 e uma transição de doenças vasculares4 para câncer5 como o principal contribuinte para a morte relacionada ao diabetes1.
1 Diabetes: Nome que designa um grupo de doenças caracterizadas por diurese excessiva. A mais frequente é o Diabetes mellitus, ainda que existam outras variantes (Diabetes insipidus) de doença nas quais o transtorno primário é a incapacidade dos rins de concentrar a urina.
2 Mortalidade: A taxa de mortalidade ou coeficiente de mortalidade é um dado demográfico do número de óbitos, geralmente para cada mil habitantes em uma dada região, em um determinado período de tempo.
3 Vascular: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
4 Vasculares: Relativo aos vasos sanguíneos do organismo.
5 Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular capaz de invadir outros órgãos localmente ou à distância (metástases).
- 02/03/2021

Elogios, críticas ou sugestões

Seu nome:
Seu email:
Mensagem:

  • Entrar
  • Assinar